18.4.09

As personagens Locke (‘Perdidos’) e Peter (‘Heroes’) estão entre as nove melhores ressurreições da ficção televisiva.

 

“O BuddyTV fez uma lista com as melhores ressurreições da televisão americana e eu decidi adaptar, pois gostei do tema, para uma lista do Portal de Séries. Oito das nove séries que eu escolhi estão na lista original porque simplesmente não deu para tirar. A única personagem que eu acrescentei foi a do Peter Petrelli, na primeira temporada de ‘Heroes’. De lembrar que na lista original estão expostas 30 séries e se tivesse visto as temporadas em questão, talvez concordava com grandes nomes como Jack Bauer e Buffy Summers. No final, como já vem sendo habitual nas duas listas anteriores, tem uma sondagem para votarem na melhor ressurreição da lista.

 

No primeiro trio de personagens, temos duas ressurreições por mortes e uma por fingimento. Começando pela mais recente, Dean Winchester (Supernatural) morreu após fazer um pacto com as forças do mal de modo a salvar o seu irmão. Quanto o seu ano de vida termina, este vai para o inferno, mas acaba por ser salvo pelos anjos que têm uma grande missão para ele: impedir o Apocalipse. Quem também foi salva foi a Chuck (Pushing Daisies), que após um toque especial de Ned, o pasteleiro, voltou à vida. O seu primeiro amor tem o dom especial de trazer os mortos à vida através do contacto corporal, mas com uma condição: ao segundo toque, a pessoa que voltou a viver morre outra vez… para sempre. Ainda temos o Quentin de Nip/Tuck, um dos maiores vilões jamais vistos na televisão americana. Juntamente com a sua irmã, este manteve o disfarce de Carver durante mais de uma temporada, resultando numa das melhores season finales da série. Saudades desses tempos bons de Nip/Tuck!

 

No segundo grupo de três pessoas que tiveram a sorte de voltar ao mundo dos vivos, séries de grande sucesso estão figuradas. Começando por Peter Petrelli de Heroes, quando me lembrei da sua morte e posterior ressurreição, deu um sentimento de nostalgia de como a série já foi excelente e com boas histórias para contar. Apesar de tudo, Peter merece estar nessa lista, embora seja necessário ir à primeira temporada para encontrar uma ressurreição coesa em Heroes, enquanto na terceira elas aconteceram em quase todos os episódios. Depois temos Meredith Grey (Anatomia de Grey), que na terceira temporada conseguiu um conjunto de três episódios (acho eu) muito bons. Eu lembro-me que foi a partir daí que comecei a gostar de Grey’s e decidi ver desde a primeira temporada. Por fim, temos o John Locke de Lost. No final da quarta temporada conhecemos o morto do caixão e era nada mais, nada menos, que um dos personagens principais. Claro que ele não podia ficar morto por muito tempo e quando chegou à ilha acabou por ressuscitar. Resta saber como…

 

Os últimos três personagens da lista (desta vez são 9 e não 10) não deixam de ser menos importantes que os restantes. Aliás, as listas que eu faço têm uma ordem aleatória e o visitante, através da sondagem, é quem decide a ordem específica. Os Cylons (BSG) tinham que estar nesta lista porque a ressurreição deles é diferentes dos restantes: eles é que criaram o próprio mecanismo da mesma. Contudo, na quarta temporada tudo foi destruído e a sua raça ficou condenada à extinção. A Humanidade agradece! Em segundo lugar temos a Liz Parker de Roswell, uma das minhas séries favoritas. Tudo acontece logo no primeiro episódio quando esta leva um tiro no seu bar. A partir daí nasce um grande amor entre ela e o seu salvador: Max Evans, um extraterrestre em forma de adolescente. Por fim, temos mais uma personagem de Supernatural, Sam, que foi morto por um cúmplice do Demónio dos Olhos Amarelos. Mas o pacto que o seu irmão faz acaba por salvá-lo, mas não ao irmão, pelo menos até à quarta temporada.”

 

Fonte: Portal-series.com

link do postPor Muito Mais, às 23:09  comentar